PESQUISA sobre o Conceito

collage

Desde a era primitiva que o Homem brinca com sombras, colocando-se entre a parede rugosa da gruta e o fogo. Nascem, com este incidente, os primórdios da animação e são os países orientais que o adaptam a uma tela lisa com bonecos sobrepostos à luz. Apesar de viajarem, intactas, por tantos séculos até aos dias de hoje, as chamadas Sombras Chinesas ainda são frequentemente aplicadas nos métodos utilizados para comunicar, como, por exemplo, é possível constatar numa das publicidades da Volkswagen.

E não é necessário abandonar a era contemporânea para assistir a uma outra demonstração desta técnica, agora aplicada por Chris Milk, um produtor musical que utiliza tecnologia multimédia, na sua instalação The Treachery of Santuary. Esta obra, exibida pela primeira vez em 2012, espelha o ciclo da vida através das etapas como o nascimento, a morte e a transformação. O modo como a sombra do corpo humano é transfigurada para pássaros, ou para asas, poderá constitui um dos métodos inspiradores para realizar o projecto de sensibilização à proteção de animais.

Noutro plano, George Colbert, fascina o mundo com o extraordinário projecto Ashes and Snow, um trabalho que visa a relembrar os observadores de que o destino da Natureza e do mundo animal está linearmente relacionado ao da humanidade. É importante sensibilizar; inspirar o Homem a manter o seu contacto próximo à Natureza. Tal como o artista refere “I think of my life’s work as a celebration of all of nature, an orchestra that plays not the sounds of one musician, the music of one species, but rather an expression of all of nature’s songs.”

52

CIVIC MEDIA – Projecto de Sensibilização

Animal ProtectionO naturalista e inglês Charles Darwin referira em 1871 que “Não existe diferenças fundamentais entre o homem e os animais nas suas faculdades mentais.” e que “ (…) os animais, como os homens, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento.”, revolucionando todo o pensamento do novo século.

Reflectindo sobre as várias propostas conversadas em aula, pareceu-me plausível adaptar o tema Civic Media ao projecto que será desenvolvido este semestre e surgiu-me que uma nova lei sobre proteção animal fora criada em Portugal muito recentemente.

Considerando, assim, transformar o vídeo interativo e a instalação desejada numa forte ligação entre o observador e os animais, convido a contemplarem, através do projecto que inicio, as vossas características fisiológicas às características animais, sugerindo, por conseguinte, a cada rosto um respectivo rosto de animal.

Deixo, também, aqui convosco um link para um pequeno desafio online que relaciona a nossa personalidade a uma raça de cão.

Obrigada,

Margarida Brás Monteiro

Margarida Monteiro

Olá.

Margarida Brás MonteiroChamo-me Margarida Monteiro, tenho 22 anos e resido em Cascais. Desde pequena que soube que o meu futuro me testaria profissionalmente através das Artes e, anos mais tarde, aqui estou eu, no 2º ano do curso de Arte e Multimédia. Aqui, poderão ver alguns dos trabalhos elaborados durante o secundário.  As minhas expectativas são altas relativamente aos conteúdos de aprendizagem e às competências a adquirir desta cadeira, espero que as vossas também. Desejo um bom ano a todos