Referências – Pedro Pietra Torres

Referências: 

Este ano estou interessado a superar outros trabalhos que fiz anteriormente. Maioritariamente os trabalhos que tenho desenvolvido têm sido vídeo-clipes ou vídeos com musica, talvez porque as musicas que utilizo inspiram-me a criar algo visual. O género musical que mais me fascina é o Hip-Hop, a honestidade das letras, a ostentação dos video-clipes, a cultura criada em torno deste género musical. Outros vídeos que criei foram sempre com uma música de Hip-Hop, mas as histórias que contava estes vídeos eram histórias de amor intensas, quase loucas.

Quero representar outras facetas que podem variar entre lado ‘negro’ deste género, a criminalidade, o perigo e o mistério. O lado da ostentação de riqueza e superioridade, ou mesmo, seguir a historia que a musica em si nos conta.

Uma fonte de inspiração foi este ‘falso trailer’, que foi realizado com o fim de promover a digressão On The Run dos cantores Jay-z e Beyoncé.

Se eu optasse por esta direcção teria de utilizar programas como o after-effects para criar efeitos especiais. Se fosse representar uma história de crime, teria que ter bem estruturado o que queria fazer, e saber à partida como o iria fazer, para não correr o risco de ficar mal executado. Quando a história é ambiciosa demais para os meios que se tem corre-se o risco do produto final de não ter credibilidade.

Outro vídeo que visualmente me fascina é Show Me What You Got de Jay-Z.

Poderia ser outro ponto de partida. O que me atrai neste vídeo é a sua cinematografia, e ao mesmo tempo, o lado mais rico e ostentativo da historia retratada.

E finalmente, este vídeo representa toda a minha filosofia entre a musica e video. Acredito que musica pode criar historias, neste caso em vídeo. Trata-se de um filme que junta todas as musicas do álbum My Beautiful Twisted Fantasy (2011) de Kanye West. De certa forma uma maneira pioneira de se promover musica, juntando musica e filme.

Pedro Pietra Torres

10446062_10203705340770532_3935482304092142943_o

O meu nome é Pedro, tenho 22 anos. Estou a fazer melhorias do segundo ano de arte multimédia, sendo que, já fiz esta cadeira no ano passado. Decidi repetir porque considero que consigo fazer melhor, e gostei muito do projeto que desenvolvi nesta cadeira. Gosto muito de video-clipes, e incorporei esse gosto no meu trabalho, indo de encontro com o que era pretendido desenvolver na cadeira, resultando num vídeo interativo.

As minhas maiores inspirações são música, vídeo e fotografia. Tento executar nos meus trabalhos histórias que não tenham sido contadas.